sábado, 29 de abril de 2017

Porque eu sei que é amor! - Titãs

Porque eu sei que é amor
Eu não peço nada em troca
Porque eu sei que é amor
Eu não peço nenhuma prova

Mesmo que você não esteja aqui
O amor está aqui
Agora
Mesmo que você tenha que partir
O amor não há de ir
Embora

Eu sei que é pra sempre
Enquanto durar
E eu peço somente 
O que eu puder dar

Porque eu sei que é amor
Sei que cada palavra importa
Porque eu sei que é amor
Sei que só há uma resposta

Mesmo sem porquê eu te trago aqui
O amor está aqui
Comigo
Mesmo sem porquê eu te levo assim
O amor está em mim
Mais vivo

Eu sei que é pra sempre
Enquanto durar
E eu peço somente
O que eu puder dar

Porque eu sei que é amor
Porque eu sei que é amor



sábado, 25 de março de 2017

quinta-feira, 2 de março de 2017

Gominhas azedinhas

Sabe garoto aquelas gominhas com açucar em volta, que quando você morde tem gosto azedinho mas no final volta a ser doce? Aquelas que a gente sabe que faz mal para a saude e que não serve para nada mais do que um prazer momentaneo? É essas mesmo que você está pensando.
Como é bom deliciar-se com sua polaridade de sabores, cores, cheiros e formatos divertidos.
Sempre tive fascínio nessas gominhas pois existem algumas que são tão fortes que faço careta na hora de comer mas ainda assim quero mais e mais. Não consigo parar de comer até terminarem. E algumas vezes já até troquei o jantar por uma porção delas.
Então garoto, ontem enquanto comia minhas gominhas percebi que elas são exatamente como você, rodeadas de açucar num primeiro momento, amargas por ter que ir embora mas no fim deixam o gosto de uma doce lembrança.
Como eu gosto de gominhas!

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Vaga Temporária

Dublin e suas vagas temporárias.
Vagas essas onde você tem dia e hora marcada para sair.
Você chega feliz por ter encontrado uma vaga, mas já triste pois sabe que essa vaga é por apenas algum tempo.
Começa a aproveitar o que de melhor a vaga tem a oferecer. Ambiente aquecido, localização privilegiada, conforto. Como é fácil se acostumar com coisa boa. Mas por outro lado você não pode fazer dessa vaga seu lar. Você tem data para deixar o local, por isso nem pensa em desempacotar todas as coisas, somente aquelas que vai precisar usar nesse periodo.
Você aprende a aproveitar tudo que a de bom e a não se importar tanto assim com os probleminhas que incomodariam se essa vaga fosse permanente.
Mas quanto mais passa o tempo mais você queria poder ficar e morar ali por um bom tempo.
Dublin e suas vagas temporárias... seja quando o assunto é casa ou relacionamentos.



quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

O que dizer sobre o intercâmbio?





I, I'm a one way motorway
I'm the one that drives away
Then follows you back home
I, I'm a street light shining
I'm a wild light blinding bright
Burning off alone

It's times like these you learn to live again
It's times like these you give and give again
It's times like these you learn to love again
It's times like these time and time again

I, I'm a new day rising
I'm a brand new sky
To hang the stars upon tonight
I am a little divided
Do I stay or run away
And leave it all behind?

It's times like these you learn to live again
It's times like these you give and give again
It's times like these you learn to love again
It's times like these time and time again

It's times like these you learn to live again
It's times like these you give and give again
It's times like these you learn to love again
It's times like these time and time again

It's times like these you learn to live again
It's times like these you give and give again
It's times like these you learn to love again
It's times like these time and time again

It's times like these you learn to live again
It's times like these you give and give again
It's times like these you learn to love again
It's times like these time and time again

Gosto de queijo com gosto de queijo

Não vejo graça em queijo mussarela, cerveja duplamente filtrada, dançar sem borrar a maquiagem ou em relações superficiais.
Eu gosto de queijos com gosto. Sabe aquele queijo forte, amargo é esse que eu gosto.
Queijo com gosto de queijo, cerveja com gosto de cerveja. 
Também gosto de rir, não, na verdade gosto de gargalhar, aquela gargalhada de acordar os vizinhos e que as vezes incomoda quem está perto. 
Gosto de trabalhar duro e de me divertir sem ter hora para acabar. Falar apenas sobre o assunto da reunião na reunião e as maiores bobagens na mesa de bar. Gosto de prestar atenção na aula sem piscar mas de nem pegar os cadernos quando estou em casa. 
Gosto de dançar, dançar sem ter que me preocupar se a maquiagem vai ficar borrada, se eu vou ficar suada ou se eu deveria estar me sentindo envergonhada de dançar mal.
Gosto de abraço. não daquele tapinha nas costas com um beijo no rosto xoxo. Mas sim aquele abraço apertado que dura tempo suficiente para acalmar o coração.
Costumo ter paixões fulminantes, ficar como boba sonhando acordada e fazer loucuras mesmo que após poucas semanas eu as ache as mais bobas pois já nem me lembro o que sentia.
Não digo que o meu jeito é o certo, ou sequer saudável...Sei que sou exagerada demais, mas como ser exagerada sem ser demais? E como ser normal se tratando de ser eu?
Talvez por isso algumas noites eu não entenda essa relação mussarela que estou me vendo entrar. Sei que nem tudo precisa ser gorgonzola mas será que você topa ao menos misturar isso com um parmesão?


sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Liebe ist euer Licht am Ende des Tunnel



"Lässt euch die Liebe denn nicht immer schneller, immer höher steigen?
Sorgt sie nicht für ein Glücksgefühl, welches euch im Kreise tanzen lässt, den Wind im Gesicht lieben lässt, denn dafür stellt ihr euch doch gern gegen den Wind oder?
Liebe ist euer Licht am Ende des Tunnels, den jeder liebt, jeder will geliebt werden und irgendwo werdet sicher auch ihr geliebt. Irgendwie hat doch schon jeder geliebt und sich fähig gefühlt selbst bis an das Ende der Welt zu reisen, nur um diese Liebe zu begleiten, nie von der Seite der Liebe zu weichen. Liebe gibt uns den Weg ins Unbekannte, ins Abenteuer.
Doch was geschieht im Abenteuer?
Wie wird es uns verändern, welche Folgen werden wir sehen? "